Para empresas com problemas de tesouraria e liquidez existe o factoring: mecanismo financeiro que permite obter financiamento atempado e antecipar os recebimentos.

É o adiantamento do valor em dívida por uma instituição financeira à sua empresa. Por exemplo, se emitir uma factura de 100.000$ a um cliente pode, antes da mesma vencer, recorrer a um banco para a saldar.

Quando o cliente pagar a factura fá-lo directamente com a instituição financeira. Dependendo da instituição, pode estar incluída uma garantia para o risco de não pagamento.

Porquê recorrer ao factoring?

O factoring pode ser um instrumento de gestão complementar ao crédito bancário, ao leasing ou ao capital de risco, sobretudo no caso das PME que ainda não têm a sua situação financeira equilibrada ou que preferem delegar a tarefa da gestão dos créditos a clientes. Destina-se a empresas que vendam produtos ou serviços a outras empresas ou organismos públicos, independentemente de dimensão, de sector de actividade e de atuarem no mercado nacional ou de exportação.

Tem como principais vantagens:

  • Simplificação das operações de gestão e de créditos;
  • Liquidez imediata;
  • Melhor planificação da tesouraria;
  • Redução dos custos administrativos de pessoal e de comunicações;
  • Maior capacidade de financiamento;
  • Segurança das vendas a crédito.

E desvantagens:

  • O crédito pode ser cancelado em caso de incumprimento persistente do cliente da empresa;
  • A instituição de crédito reserva-se o direito de aceitar apenas alguns deles de acordo com o critério de selecção que utiliza para a sua avaliação.

Leave a comment