Manter bons registos contabilísticos é uma acção essencial para gerir um negócio bem-sucedido – e para evitar problemas. Aqui ficam 10 formas de controlar as suas finanças empresariais e os seus registos contabilísticos:

  1. Separe as suas finanças empresariais das suas finanças pessoais

Muitos empresários (principalmente os em nome individual) e empreendedores em fase inicial não criam sistemas financeiros e contabilísticos separados, o que causa confusão, dores de cabeça na altura dos impostos e um potencial perda do valor do negócio mais à frente. Utilizar cheques ou cartões de crédito empresariais para pagar despesas pessoais, por exemplo, pode originar problemas legais e, no mínimo, complicar a contabilidade.

  1. Reconcilie e não adie, faça as coisas hoje

Reveja os seus extratos e saldos bancários de forma regular. Se deixar que dias ou semanas passem sem atualizar os registos, cedo se perderá e poderá deixar passar erros.

  1. Contrate um bom contabilista

Não pague a um contabilista para lidar apenas com os lançamentos diários.

  1. Analise a contabilidade todos os meses

Considera-se ser mais simples se lidar com as contas de forma mensal.

  1. Seja pró-activo com o seu contabilista

Manter bons registos contabilísticos faz com que sejam capazes de fornecer informações precisas e atempadas ao contabilista que lhe prepara os impostos. Peça conselhos sobre como manter a escrita e organizar a informação.

  1. Utilize um serviço de processamento de salários se tiver funcionários

Se a empresa se expandir o suficiente ao ponto de ter funcionários, será necessário recorrer a um serviço de processamento de salários faz com que os salários sejam um problema deles e o seu papel torna-se bem mais fácil.

  1. Utilize um serviço online para despesas dos funcionários

Se a sua empresa reembolsa as despesas dos funcionários (incluindo as suas), precisa de seguir e registar esses custos, fazendo pagamentos atempados e precisos. Vários serviços baseados na web estão lá para aliviar a dor com sistemas de utilização simples e custos baixos, o que torna este processo rápido e fácil para os empresários.

  1. Garanta simplicidade e consistência

A escrita depende de colunas e se mantiver os mesmos cabeçalhos de colunas em todas as alturas, evitará a frustração de cometer erros. E se não esmiuçar o rendimento e as despesas, poderá poupar algum tempo. Muitas vezes, não precisa de analisar as coisas em muitos pormenores.

  1. Automatize as suas facturas

Alguns serviços de facturação online emitem as suas facturas de forma simples e registam tudo. São dos serviços mais úteis online (ou em “nuvem”) para as pequenas empresas. Os serviços são baratos e podem ajudar a juntar as pontas soltas rapidamente.

  1. Utilize o software correcto

Não pense em manter os seus registos manualmente ou em folhas de cálculo. Há muitos softwares baratos e de simples utilização para pequenas empresas, que podem auxiliar.

Leave a comment